Dizer

Uma das coisas que tem feito parte do meu exercicio consiste em dizer. Dizer o que acho. Dizer o que não acho. Mas dizer. Não o fazemos, a mais das vezes porque dizer é afirmar uma posição contrária à zona de conforto onde nos encontramos. Mas dizer impõe-se.

Hoje tenho de dizer que acho muito confuso (injustificável mesmo) que se façam contas de subtrair quando nos pedem que somemos algo na vida dos outros. É uma atitude que atravessa a nossa sociedade.

Talvez eu esteja a mais.

Anúncios

3 Respostas to “Dizer”

  1. José Miguel Marques Says:

    ora um abracinho primeiro.
    concordo com o texto, excepto com a última frase.
    acresce ainda a cobardia das pessoas em assumir o que dizem sobre as outras quando confrontadas com estas, especialmente quando nas suas costas dizem cobras e lagartos.
    é o país que ainda vamos tendo

  2. miguel Says:

    A mais nunca estarás :p Que rico post. Já obriga a pensar (que chatice nos dias que correm). Plenamente de acordo com o primeiro parágrafo. O segundo é uma reflexão interessante. Um abraço 🙂

  3. miguel Says:

    Caro José, eu diria que é típico dos portugueses. Não são nada diferentes os que se vão encontrando por diversas paragens, mesmo tendo saído daí há décadas…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: